ISSO+AQUILO+ALGUNS





21 de jan de 2010

Fuga das coleguinhas

Eu devia ter uns 7 anos. Minha mãe cortou meu cabelo bem ao estilo “joãozinho”. Não, eu não tinha piolhos. Acho que era moda. Daí, que um dia na escola, eu fui ao banheiro. Das meninas, obviamente. E aconteceu algo que marcou a minha infância. Quando eu entrei, as outras meninas saíram correndo e gritando : “Tia, tia! Tem um menino no banheiro das meninas!” Magoei.... Poxa, eu até usava brincos, como podiam me confundir com um garoto?!

Mas, tudo na vida também tem seu lado positivo. O episódio ‘fuga das galinhas', digo, coleguinhas, fez aflorar o meu lado Roberval. Todas as vezes que eu saco minha furadeira Bosh do coldre, o Roberval toma conta do meu ser e eu sou capaz de fazer toda e qualquer atividade de macho! Bem... quase toda e qualquer atividade de macho, se é que vocês me entendem.

Um comentário:

Artes da Lidi disse...

kkkkk,amiga tô rindo até agora desta sua história de infância!!sinceramente hilária esta fase em sua vida!!
Graças a DEUS que vc tem um bom senso de humor né amiga??
keka e suas super histórias!
A-D-O-R-O-!!!!
Bjão amiga.

Related Posts with Thumbnails